Continental “abre” o carro conectado a uma comunidade mais ampla

O novo cloud terminal da Continental oferece máxima flexibilidade no habitáculo do veículo. As aplicações que costumavam estar integradas diretamente na unidade central, foram, agora, mudadas para a cloud, onde são processadas antes de serem apresentadas num navegador potente na unidade central.

Isto garante que o sistema está sempre atualizado e que novas funções podem ser adicionadas em qualquer altura. O terminal também utiliza tecnologia HTML5, que não só permite o desenvolvimento de aplicações independentes da plataforma, como, também, permite que os dados possam ser apresentados em diferentes ecrãs com diferentes resoluções.

Significa que novas funções e micro-serviços podem ser adicionados ao sistema, mesmo depois do início da produção, mantendo-o sempre atualizado. Tal é possível graças à utilização de soluções comuns da "Internet das Coisas", bem como protocolos abertos e interfaces padrão, como MQTT ou interface REST. "No IAA 2017, tornaremos, pela primeira vez, o cloud terminal disponível para uma comunidade ainda mais vasta de desenvolvedores", explicou Karsten Michels, diretor de Sistema e Tecnologia na Divisão de Interiores da Continental.

O mesmo responsável acrescentou que, "no Continental.cloud Hackathon, convidaremos desenvolvedores de todas as áreas para criarem novas aplicações e entrarem em diálogo direto".

O cloud terminal também funciona como um co-piloto digital, analisando os hábitos do condutor em diferentes alturas do dia e da semana. Assim, pode definir, automaticamente, o programa de infotainment para emitir, por exemplo, a estação de rádio favorita no caminho para o emprego.

Outras aplicações, tais como o sistema de navegação, podem ser otimizadas de forma similar. Por exemplo, se o condutor for ao ginásio todas as quartas-feiras à tarde, a rota é apresentada automaticamente quando o sistema é iniciado.

Mesmo o rádio padrão pode ser otimizado de formas importantes através da inclusão de serviços de cloud extra e de sistemas de inteligência artificial. O serviço da Continental reúne diversas ofertas num conceito de crowdsourcing, concebido para tornar o rádio num sistema inteligente.

Isto significa que os condutores podem ver o horário de qualquer estação em qualquer altura e escolher a estação que preferirem de acordo com o seu estado de espírito. As estações podem ser, automaticamente, mudadas para que o condutor possa ouvir os seus artistas favoritos. O pacote fica concluído com a capacidade do sistema de fornecer recomendações para outras estações de rádio especializadas, com base nos hábitos de escuta do condutor.