Continental ultrapassa metas anuais

A empresa tecnológica Continental teve novamente um crescimento acima da média no ano fiscal de 2017. Com vendas de cerca de 44 mil milhões de euros, representando um crescimento superior a 8% em relação ao ano passado e uma margem de EBIT ajustado de cerca de 10,8%, a Continental excedeu as metas anuais.

O CEO da Continental, Elmar Degenhart, satisfeito com os dados provisórios apresentados durantes o CES em Las Vegas, deu conta que "a curva de sucesso da Continental continua em sentido ascendente. As nossas tecnologias inovadoras nas áreas da condução assistida e automatizada, conectividade e eletrificação ajudaram-nos, uma vez mais, a ter um crescimento acima da média. O trabalho árduo em prol dos nossos clientes compensou".

O responsável acrescentou que "isto reflete-se, especialmente, no aumento das encomendas no Automotive Group, que foram superiores a 39 mil milhões de euros em 2017".

Antes da consolidação e efeitos das taxas de câmbio, o crescimento das vendas atingiu cerca de 8%. Para contextualizar, a Continental cresceu mais depressa do que o mercado global de produção de veículos comerciais ligeiros, que teve, de acordo com os dados preliminares, um crescimento de 2% numa comparação anual.

Para 2018, a Continental antecipa um crescimento nas vendas para cerca de 47 mil milhões de euros. É esperado que seja atingida confortavelmente uma margem de EBIT ajustado de cerca de 10,5%. Simultaneamente, a empresa de Hanover, que está cotada na DAX30, espera um ligeiro crescimento na produção global de veículos ligeiros e comerciais superior a 1%, atingindo os 97 milhões de veículos.

A Continental apresentará os seus resultados provisórios no dia 8 de março, durante a sua conferência de imprensa digital anual.