“Formamos os profissionais do futuro”

Dois anos após a criação da Academia Axalta, João Calha, key account manager da Axalta Coating Systems Portugal, SA, faz o balanço e anuncia novos cursos para jovens aprendizes de pintura.

O conceito da Academia Axalta surgiu em 2015 após algumas alterações na organização da Axalta Portugal e no mercado em geral. O objetivo é ter soluções versáteis e práticas para prestar aos profissionais da área de repintura automóvel ações de formação que lhes permitam capacitar de conhecimentos técnicos adequados às suas necessidades diárias.  É uma formação essencialmente continua e de aperfeiçoamento, com uma componente muito prática. A maioria das formações estão na oferta formativa da Axalta, mas também desenvolve muitas formações à medida.

Quantos cursos realizam anualmente no âmbito da Academia Axalta?
Realizamos uma média de 40 ações por ano, embora este ano, esse número possa ser ultrapassado devido à crescente procura que temos tido.

Quantos profissionais já frequentaram os vossos cursos?
Em média por ano temos tido meio de milhar de formandos. É provável que este ano, também o número de profissionais que vão passar pela Academia Axalta seja bastante mais alto.

Quais são os principais destinatários dos v/ cursos?
Na nossa academia criamos e respeitamos uma sequência de formação que entendemos ser muito importante para os mercados onde estamos presentes. Quando surgem novidades a nível de produtos ou processos iniciamos a formação para a nossa equipa interna e para a equipa dos nossos distribuidores para que possam estar devidamente preparados em apoiar as oficinas e os clientes. No entanto o maior número de profissionais que nos visitam, são os profissionais que trabalham nas oficinas nossas clientes. Temos também formação específica e personalizada destinada a marcas automóveis e a empresas nossas parceiras.

Qual a duração e que conteúdos têm os cursos proporcionados pela Academia Axalta?
Considerando que a formação é para profissionais, não podemos ter cursos muito longos. Por isso dependendo dos conteúdos os cursos têm a duração de um, dois ou três dias. Na parte de repintura temos apostado muito na formação em novas tipologias de acabamento que estão a surgir no mercado. Também temos vindo a alargar a formação na área da gestão oficinal, gestão da reparação, orçamentação e rentabilidade na pintura.  

Onde sente que há mais lacunas nas oficinas de colisão? Na parte da gestão ou do serviço?
Creio que as necessidades são mútuas. Se por um lado os profissionais enfrentam os desafios dos novos acabamentos e produtos da pintura, é cada vez mais importantes as oficinas terem os seus quadros bem formados ao nível da organização e gestão da área da repintura para que possam controlar e rentabilizar adequadamente o seu negócio.

Qual é o quadro de técnicos formadores da Academia Axalta?
Neste momento a Academia é composta por 2 elementos que dedicam a maioria do seu tempo à atividade formativa, no entanto temos nos quadros da Axalta outros elementos técnicos que podem, em caso de necessidades específicas, reforçar a equipa de formação.

E que tipo de instalações e equipamentos dispõe a Academia Axalta?
Dispomos de uma sala teórica com capacidade para 20 formandos e uma oficina de pintura equipada com as ferramentas e equipamentos destinados ao trabalho dos pintores. Estamos a falar do mesmo nível de equipamento e ferramentas que podemos encontrar numa oficina, apenas um pouco adaptados a um âmbito de formação.

Qual tem sido a adesão dos profissionais de pintura aos vossos cursos?
A adesão tem sido muito positiva, todos os anos temos feito mais cursos do que inicialmente previsto. Outros dos indicadores importantes é a presença de profissionais ao longo dos anos em diferentes cursos.

E a capacidade de resposta da Academia tem sido suficiente para a procura?
Apesar das várias solicitações e dos projetos ambiciosos que vamos lançando conseguimos dar resposta às necessidades. Não sendo a Axalta uma empresa de formação podemo-nos orgulhar dos números e da qualidade da formação por nós prestada.

Que balanço faz dos cursos realizados pela Academia deste a sua fundação?
O balanço é muito positivo, não só pelas opiniões dos profissionais que frequentam os nossos cursos, mas como a maioria são nossos clientes conseguimos verificar a sua evolução nas visitas que as nossas equipas vão fazendo. É gratificante conseguir perceber que contribuímos efetivamente para melhorar os resultados das oficinas, tanto a nível técnico como organizacional.

E como vão evoluir os cursos ministrados pela Academia?
Queremos continuar a apostar cada vez mais numa formação na vertente técnica e de processos para que os profissionais possam sair das nossas ações cada vez mais preparados para um melhor aproveitamento de todas as potencialidades que os nossos produtos permitem e também aumentar a formação na área da gestão e rentabilidade do negócio. Mas a maior novidade é um novo curso para jovens aprendizes de pintura.

Em que consiste a formação que pretende dar aos jovens aprendizes de pintura?
Esta formação surgiu da necessidade de novos profissionais de pintura no sector. Verificamos que muitas oficinas começaram a integrar jovens para aprenderem com os profissionais mais antigos e com experiência, um pouco como no passado. A partir destes factos e também porque já temos vindo a ser procurados por alguns clientes para ajudar na formação de jovens, surgiu a ideia de também nesta vertente apoiarmos os nossos clientes. Com este curso pretendemos criar um plano de formação para os aprendizes das oficinas nossas clientes e proporcionar um salto formativo para que possam evoluir mais rapidamente nas oficinas. É um curso composto por 3 módulos com uma componente prática muito forte e direcionadas para as principais atividades do pintor auto.

 

Pintura é o espelho de uma reparação

Para João Calha, a repintura automóvel é a melhor aposta para quem queira iniciar uma carreira técnica na área do pós-venda. “A profissão de pintor auto evoluiu muito nos últimos anos. A repintura tem, nos dias de hoje, um grau muito elevado de tecnologia associada, os tipos de acabamentos estão a ser cada vez mais diferenciadores e isso torna a profissão desafiante. Por outro lado, o nível de equipamentos de proteção pessoal que existem, quando devidamente utilizados, garantem o bem-estar dos profissionais. Por último a pintura é o espelho de uma reparação após uma colisão. Tudo isto associado às necessidades de profissionais no mercado, tornam a repintura automóvel uma área com futuro.”

“A cor e o acabamento de um automóvel são um fator determinante na venda do mesmo. Todos os anos os construtores automóveis lançam para o mercado mais de novas 1000 cores. Para além de novas cores estamos a assistir a um fenómeno de novos tipos de acabamento. Por este motivo é muito importante aos profissionais, não só os pintores, acompanharem estas tendências e estarem permanentemente atualizados para darem resposta da melhor forma aos desafios diários.”

Formação Spies Hecker - Um novo conceito de formação

A Axalta, está apostada em implementar “Novos conceitos de Formação na Repintura Automóvel” , proporcionando e disponibilizando ainda mais serviços a toda a sua plataforma de clientes. Neste sentido, lançou recentemente um plano de formação continua com ciclos de formação de reciclagem de conhecimentos. O objetivo é, em complemento com o trabalho executado on-job, garantir o nível produtivo máximo de cada operário. O novo plano de formação da marca Spies Hecker assegura módulos de formação direcionados para os vários profissionais das oficinas, incluindo os jovens pintores automóveis.Plano de formaçãoO plano de formação Spies Hecker agora lançado, inclui vários módulos de formação direcionados para:

-    Técnicos de pintura
-    Responsáveis de Secção
-    Recepcionistas
-    Orçamentistas
-    Responsáveis pós-vendaCursos disponíveis:
-    Sistema de pintura Spies Hecker Permahyd Hi-TEC 480
-    Sistema de pintura Spies Hecker Permahyd 280/285
-    Reparação e pintura de plásticos
-    Speed Repair – Reparações rápidas
-    Ferramentas de cor
-    Sistema de pintura Permafleet Industry
-    Substratos de elevado desempenho
-    Speed Innovation Day
-    Orçamentação de pintura

     Gestão da reparação
-    Gestão empresarial
-    Princípios de Lean e Six Sigma

Nota: para mais informações sobre os cursos de formação Spies Hecker consultar o site www.spieshecker.pt