“Desde sempre procurámos os melhores parceiros”

A Auto Delta, fundada em 1977, é uma empresa que comercializa peças e acessórios para automóveis e que, ao longo destes 40 anos de existência, tem cimentado a sua posição no panorama nacional, cotando-se, hoje, como um dos principais players deste mercado, abrangendo todo o território de Portugal Continental e Regiões Autónomas. Marcelo Silva, gerente, faz um balanço da atividade da empresa e traças as perspetivas para o futuro.

Como define a missão da Auto Delta?
A nossa missão passa por satisfazer o nosso parceiro comercial o mais rapidamente e com a maior qualidade possível, fazendo com que qualquer problema que tenha surgido na sua viatura seja rapidamente resolvido. Por outro lado, a sustentabilidade financeira bem como a segurança de quem em nós confia também são pontos importantes tanto pela criação de um futuro ainda melhor para a empresa mas, também, para o resto do mercado.

O que distingue o funcionamento da Auto Delta e que pode ser uma mais-valia para os colaboradores, clientes e mercado em geral?
Visto que as marcas com que trabalhamos são exemplos no que toca à utilização de padrões de qualidade elevadíssimos, distingue-nos essa qualidade do que podemos oferecer ao mercado. Este é um factor muito importante que transmite confiança e segurança a todos os que nos procuram. A rapidez com que podemos fornecer o nosso parceiro comercial é outro factor decisivo, visto que a nossa filosofia passa por ter em stock uma imagem paralela do que é o parque automóvel português e potenciais necessidades. Por último, mas com o mesmo grau de importância, a capacidade reconhecida dos nossos recursos humanos para recepcionar, acompanhar, aconselhar e resolver qualquer problema a qualquer cliente que nos procura, equipa essa altamente formada para garantir que não é apenas no produto que nos diferenciamos.

Que produtos e serviços podem os clientes encontrar na Auto Delta?
O nosso cliente poderá encontrar tudo que a sua viatura necessita, ao nível de peças mecânicas, com especial ênfase nas gamas de base do Aftermarket mundial até às novas tecnologias presentes nos veículos modernos, seja ao nível de tratamento de emissões poluentes até ao advento das viaturas eléctricas. Ao nível de serviços, contamos com um quadro de recursos humanos altamente especializado que o poderá aconselhar na identificação do problema e na resolução do mesmo através da escolha dos melhores componentes para a viatura e o problema em questão.

Quais são os vossos principais parceiros?
Desde sempre procurámos os melhores parceiros a nível mundial dentro do nosso ramo, o que está evidenciado com ligações fortes a marcas de equipamento original como a MEYLE, VALEO, EXIDE, PIERBURG, MAHLE, CONTITECH, FTE e aos Grupos FEDERAL MOGUL (que comercializa marcas como a FERODO, BERU, CHAMPION, entre outras), SCHAEFFLER (LUK, INA, FAG, RUVILLE) ou ZF (SACHS e LEMFÖRDER).

A relação entre a Auto Delta e os parceiros tem sido de cooperação mútua na procura de um melhor caminho comercial para todos. Na verdade, a qualidade das marcas que disponibilizamos não deixa qualquer margem para dúvidas o que, aliado à forma profissional com que trabalhamos o portefólio das mesmas, tendo em conta o que é o parque automóvel português, faz com que a imagem de todos saia a ganhar. A Auto Delta por tudo o que disponibiliza ao mercado nacional de uma forma rápida e eficaz bem como, no caso dos nossos parceiros, fica evidenciada a qualidade da sua oferta.

Como descreve os recursos humanos da empresa?
A equipa da Auto Delta é uma das principais razões do estatuto desempenhado pela empresa hoje em dia. Composto por uma mescla de experiência e de irreverência própria da juventude, a verdade é que os nossos recursos humanos têm sido decisivos para o crescimento da empresa, fruto dos seus profundos conhecimentos técnicos e comerciais bem como transmitindo uma capacidade de trabalho inexcedível a qual, se não existisse, tornaria muito mais complicado a obtenção de um lugar de destaque no aftermarket português.

Quais foram as principais ações e eventos realizados pela Auto Delta em 2017?
Durante o ano 2017, aproveitando o facto de fazer 40 anos de vida, a Auto Delta decidiu inovar criando a iniciativa "Fabricante do Mês". Aí, foi dado o palco a um fornecedor por mês para a realização conjunta de uma diversidade de iniciativas técnicas e comerciais que procuraram dar a conhecer ou cimentar a posição de cada marca no mercado nacional, aliada à exposição da Auto Delta.

Aí inserido, também encontramos o evento "O seu Fabricante, mais Perto". Este decorreu num dia específico, envolvendo a marca destacada na iniciativa mensal nas nossas instalações. Desta forma, quem visitou a Auto Delta acabou, muitas vezes sem o saber, envolvido numa iniciativa que deu a conhecer a marca definida e esclareceu pontos importantes colocando frente a frente o representante da marca e a pessoa que vai montar a peça em questão.

Quais os projetos delineados no sentido de potenciar as soluções da Auto Delta no futuro?
Este ano iremos inaugurar uma ampliação do nosso armazém, aumentando a capacidade de "stockagem" bem como a rapidez de resposta ao balcão. Deste modo, iremos também poder aumentar o nosso portefólio, juntando algumas gamas que até então não são muito relevantes no panorama da Auto Delta bem como iremos continuar a exercer esta estratégia de marketing muito próxima dos nossos parceiros, auscultando as suas necessidades e apresentando respostas eficazes para as mesmas.

Relativamente ao estado da distribuição de peças automóvel no nosso país, qual a principal adversidade que encontra no exercício da vossa atividade?
A nossa principal adversidade diz respeito à concorrência de produtos de baixa qualidade que apostam tudo no preço para ganhar quota de mercado. Esses, apesar de seguirem alguns parâmetros de qualidade, não se comparam à esmagadora maioria de marcas com que a Auto Delta trabalha, pois a qualidade é uma pedra basilar da nossa estratégia comercial.

Quais são as suas preocupações relativamente ao futuro do aftermarket em Portugal?
Uma das nossas preocupações tem que ver com o eventual amadurecimento de empresas que apenas trabalham o canal online. Assim, e depois do seu surgimento, não diria surpreendente mas com mais relevo do que seria de esperar, a etapa de amadurecimento destes players afigura-se algo complicada no que toca à manutenção de preços e quota de mercado eventualmente alcançada. Ancorados que estamos no canal tradicional, mas com posição cimentada em todos os outros, estaremos cá para ver a evolução do aftermarket português.

Quais as considerações finais que pretende deixar claras?
A Auto Delta, ao longo destes 40 anos de vida, esteve sempre presente neste mercado Aftermarket que, durante os anos de crise, mostrou ser dos que tinha mais vitalidade no panorama económico nacional. Agora que as grandes dificuldades parecem ter sido ultrapassadas, estaremos cá para ocupar o nosso lugar de destaque para que o mercado não entre em loucuras, respeitando sempre todas as normas éticas há muito estabelecidas e esperando que outros players caminhem a nosso lado.