Mitsubishi Canter

Aproveitando a ocasião dos 50 anos da fábrica do Tramagal, a Mitsubishi Fuso, agora pertença do Grupo Daimler, apresentou em Portugal a geração Euro 6 da Canter, o modelo que popularizou a unidade fabril portuguesa e a colocou na rota dos comerciais ligeiros mais populares do segmento das chassis-cabina.

Produzida no Tramagal desde 1964, a Canter tem sabido conquistar um lugar de destaque no panorama dos veículos comerciais a nível europeu e mundial. A nova geração é estreada em 2014, ano em que entra em vigor a Norma Euro 6 e que obriga a algumas alterações mecânicas nos veículos. A Canter não fugiu à regra e foi alvo de algumas mudanças, que, acima de tudo, trouxeram vária melhorias a uma gama que se posiciona na base do leque de opções de camiões do Grupo Daimler.
 

mitsubishicanter2

Este “best-seller” da Daimler foi alvo de melhorias nas prestações e apresenta-se no mercado com versões Euro 5+ e Euro 6. Qual a diferença? A designação Euro 5+ destina-se às versões mais leves da gama, enquanto que as variantes pesadas recebem a chancela Euro 6 e utilizam um sistema SCR de adição de AdBlue. Estas novas versões não são apenas mais limpas, mas são também mais económicas. A variante Euro 5+  diz respeito a um conjunto de elementos que recebe o nome de Ecoefficiency.

Estas alterações consistem numa pressão de injeção superior, óleo de motor de baixa fricção, embraiagem eletromagnética, sistema de arrefecimento otimizado, sistema start/stop, nova configuração do rácio dos eixos e ainda utilização de pneus de baixo atrito.

mitsubishicanter

Três níveis de potência
O motor da Canter é o mesmo da geração anterior, mas foi alvo de várias melhorias. Trata-se de uma unidade 3.0 de quatro cilindros com uma pressão de injeção de 2000 bar e ruído amenizado pela utilização de novos injetores. Os níveis de potência também permanecem sem alterações: 130 cv e 300 Nm, 150 cv e 370 Nm e o mais potente 175 cv e 430 Nm. Este último bloco, equipa a nova versão de 8,5 toneladas, uma variante pesada que é a grande revelação desta gama.

Os motores estão equipados com sistema “start/stop”, que passa a ser de série em todas as configurações. Quanto ao filtro de partículas, foi desenvolvido para durar toda a vida do modelo e não requer qualquer tipo de manutenção. É regenerado automaticamente, mesmo no caso do veículo ser utilizado apenas em percursos urbanos muito curtos. Mas, a regeneração pode ser feita de forma manual e, para isso, existe um indicador no painel de instrumentos que avisa o condutor do que é necessário fazer.

mitsubishicanter4

Depois é só pressionar um botão e esperar que a regeneração seja cumprida. 
Os intervalos de manutenção mantêm-se sem alterações e acontecem a cada 40 mil km. Outras novidades residem no facto de o ESP passar a ser de série em todas as versões e ainda na inclusão do sistema de redutoras nas variantes 4x4, tornando-as ainda mais versáteis em zonas mais acidentadas. 

Canter EcoHybrid: Trabalhar em modo híbrido
Da gama Canter faz também parte uma versão híbrida que, de acordo com a Mitsubishi Fuso, permite uma poupança de 23% de combustível comparativamente a uma versão Diesel equivalente. O aumento de preço a nível europeu ronda, em média, os €8500. Em relação à geração do ano passado, a nova Ecohybrid conta com um novo mapeamento da caixa de velocidades Duonic, de dupla embraiagem, um dos grandes argumentos desta versão.

mitsubishicanter5

O motor de combustão é um 3,0 litros de 150 cv e 370 Nm e cumpre Euro 6 a partir da injeção de AdBlue. Está acoplado a um motor elétrico de 40 kW e 200 Nm. A energia que alimenta o motor elétrico é fornecida por bateria de iões de Lítio. As baterias têm uma capacidade de 2Ah e um peso de apenas 63,5 kg. A Mitsubishi Fuso aposta numa garantia de cinco anos ou uma outra opcional de dez anos.

Até aos 10 km/h, a Canter movimenta-se com o motor elétrico. A partir desta velocidade, é o motor de combustão que toma conta da ocorrência. A questão do peso também não foi esquecida e a Mitsubishi Fuso garante que esta Canter consegue transportar exatamente as mesmas toneladas das restantes versões da gama.