Mercado automóvel manteve-se no verde em abril

No mês de Abril de 2015 foram comercializados em Portugal 17.657 veículos automóveis ligeiros e pesados, o que representou um crescimento homólogo de 21,1 por cento.

Em termos acumulados, no primeiro quadrimestre do ano foram vendidos em Portugal 71.524 veículos automóveis, ou seja, mais 29,9 por cento do que em igual período de 2014.

Como pode ser observado no gráfico, apesar do crescimento homólogo que tem vindo a ser registado, o volume de vendas observado no mês de Abril continua a situar-se abaixo da média dos últimos quinze anos (-10,8%).

O mercado de veículos ligeiros (ligeiros de passageiros mais comerciais ligeiros), em Abril de 2015 evidenciou um crescimento de 21,1 por cento relativamente a igual mês do ano anterior, ascendendo a um total de 17.399 veículos. Nos primeiros quatro meses de 2015, o mercado cifrou-se em 70.317 unidades, o que correspondeu um crescimento homólogo de 30,0 por cento.

No mês de Abril de 2015, foram vendidos em Portugal 14.993 automóveis ligeiros de passageiros, ou seja, mais 21,8 por cento do que no mês homólogo do ano anterior.

Nos quatro primeiros meses de 2015 as vendas de veículos ligeiros de passageiros totalizaram 61.222 unidades, o que se traduziu numa variação positiva de 32,3 por cento relativamente a igual período de 2014.

No mês de Abril de 2015 foram vendidos em Portugal 2.406 veículos comerciais ligeiros, o que representou um crescimento de 17,3 por cento.

No período de Janeiro a Abril de 2015 o mercado ascendeu a 9.095 veículos, o que representou um aumento de 16,7 por cento face ao período homólogo do ano anterior. 
          
Quanto ao mercado de veículos pesados de passageiros e de mercadorias, em Abril de 2015 verificou-se um acréscimo de 21,7 por cento em relação ao mês homólogo do ano anterior, tendo sido comercializados 258 veículos desta categoria.

No primeiro quadrimestre de 2015 as vendas situaram-se nas 1.207 unidades, o que representou um acréscimo do mercado de 23,0 por cento relativamente ao período homólogo de 2014.