Mercedes-Benz C 180 BlueTEC

É o primeiro Classe C abaixo dos €40.000. Responde pelo nome de 180 BlueTEC. Equipado com um motor Diesel de 1,6 litros de origem Renault, este familiar, mesmo com 116 cv e 1505 kg de peso, está na crista da onda. Até porque, para além da forte ligação ao surf, a Mercedes-Benz registou, em 2014, o seu melhor ano de sempre.

Crista da onda
O ano que há pouco findou ficará para sempre na memória da Mercedes-Benz Portugal. Pela primeira vez na sua história, a filial portuguesa ultrapassou a fasquia das 10.000 unidades vendidas. Mais precisamente 10.206 foi o número de viaturas que a Mercedes-Benz Portugal entregou aos clientes lusos, volume que permitiu alcançar um crescimento de 45% face a 2013. Com uma quota de mercado de 7,1%, Portugal é, depois da Alemanha, o país europeu mais importante para a marca alemã.

A seguir ao Classe A (3.093 unidades), o Classe C foi o modelo que maior procura registou por parte do consumidor nacional: 2.392 unidades. Enquanto não chega a variante Coupé, este familiar atingiu um nível de competitividade nunca antes visto graças à introdução da versão 180 BlueTEC, facto que permitiu colocar o preço de entrada abaixo da fasquia dos €40.000. Tal como nos Classes A, B, CLA e GLA, a versão 180 BlueTEC do Classe C faz uso de um motor Diesel de 1,6 litros de origem Renault. Apesar dos seus 116 cv e 1505 kg de peso, será este familiar um verdadeiro Mercedes-Benz? A resposta encontra-se nas próximas linhas. 

Avaliacao Obrigatoria Mercedes C 180 4

As suspensões, independente na frente e multilink na traseira, conferem ao C 180 BlueTEC um desempenho que combina conforto com eficácia

Um C como os outros
Do ponto de vista meramente estético, o C 180 BlueTEC facilmente passa por qualquer outra versão da gama. Ainda para mais, porque não exibe a típica sigla na traseira. Contudo, existem três opcionais que fazem toda a diferença nesta unidade e que contribuem para o seu agrado visual: pintura metalizada cinzento “Iridium” (€1.000); faróis de LED (€1.050); linha de design Avantgarde (€1.950). Equipado com opcionais jantes de 17”, o C 180 BlueTEC que figura nestas páginas tem nos pára-choques, grelha e grupos óticos os seus elementos mais marcantes. As inserções cromadas conferem-lhe um toque requintado.

Rodeado de fortes medidas de segurança, sendo o alerta de cansaço para o condutor e o aviso de colisão apenas duas delas, sem esquecer a panóplia de airbags e o controlo de estabilidade, o habitáculo deste Classe C agrada, também, pelo nível de qualidade exibido, pelo posto de condução ergonómico e pelo amplo espaço disponível para ocupantes e bagagem. O design combina elegância com um toque de sofisticação. Prova disso, é o grafismo aprimorado dos mostradores, as teclas dos comandos da climatização e o ecrã localizado no topo da consola central. Os toques polifónicos que caracterizam os sinais sonoros de alerta (aviso de colisão e falta de colocação do cinto de segurança, por exemplo), sublinham o elevado conteúdo tecnológico deste familiar germânico.

Grande parte da agradável estadia a bordo deve-se, como sempre, à quantidade de extras presentes. Ciente desse facto, a Mercedes-Benz Portugal decidiu, para além da pintura metalizada, dos faróis de LED e da linha de design Avantgarde acima mencionadas, equipar esta unidade com garantia adicional de dois anos (€640), sistema de estacionamento ativo (€900), pré-instalação para Garmin Map Pilot (€350), cruise control com Speedtronic (€350) e pack espelhos (€550).

Fôlego surpreendente
O que faz um motor de origem Renault num Mercedes-Benz? É a pergunta que se impõe. Os adeptos incondicionais da marca, se quisessem adotar a estratégia comercial da Apple, quando esta, há uns anos, decidiu começar a instalar processadores Intel nos seus computadores, diriam que mais do que alguma vez fez num Renault (mais do que alguma vez fez num PC foi a resposta da Apple à pergunta por si formulada: “O que faz um processador Intel num Mac?”).

Avaliacao Obrigatoria Mercedes C 180 2

Não querendo ferir suscetibilidades e à margem dessas polémicas, a verdade é que o motor Diesel de 1,6 litros de origem Renault casa muito bem com o Classe C, nem parecendo ter apenas 116 cv e 280 Nm. Mesmo com 1505 kg de peso total, este familiar alemão surpreende pelo fôlego que demonstra. Não é propriamente um velocista, é certo, mas está longe de ter um desempenho preguiçoso. Ainda para mais, dispondo de caixa manual de seis velocidades agradável de manusear e com relações corretas. Associado a função Eco start/stop, o motor Diesel de 1,6 litros conta com tecnologia BlueTEC (SCR). Trata-se de um sistema de redução catalítica seletiva, que assegura o cumprimento da norma Euro 6 e elimina os óxidos de azoto.

Seguro, previsível e fácil de conduzir, este Classe C mais acessível da gama convence ainda pelo bom nível de conforto. E para além da direção precisa, da suspensão com afinação desportiva e dos travões eficazes, propõe ainda o comando “Agility Select” existente na base da consola central, que permite selecionar o modo de condução pretendido: Eco; Comfort; Sport; Sport+; Individual. Ao interferir com o sistema Eco start/stop, a direção, o motor e a climatização, cada modo de condução tem o seu próprio carácter. Nem mesmo na versão mais acessível do Classe C a Mercedes-Benz quis deixar de brindar o condutor com esta mordomia. À qual se juntam muitas outras, tornando este modelo numa excelente opção.

Avaliacao Obrigatoria Mercedes C 180 3 

O ecrã colocado no topo da consola central é um dos ex-líbris do interior

Ficha Ténica

MOTOR
Tipo: 4 cilindros em linha Diesel, longitudinal, dianteiro
Cilindrada (cc): 1598
Diâmetro x curso (mm): 80,0x79,5
Taxa de compressão: 15,7:1
Potência máxima (cv/rpm): 116/3000-4600
Binário máximo (Nm/rpm): 280/1500-2800
Distribuição: 2 v.e.c., 16 válvulas
Alimentação: injeção direta common rail
Sobrealimentação: turbocompressor VTG + intercooler

TRANSMISSÃO
Tração: traseira com ESP
Caixa de velocidades: manual de 6+ma

DIREÇÃO
Tipo: pinhão e cremalheira
Assistência: sim (eletromecânica)
Diâmetro de viragem (m): 11,2

TRAVÕES
Dianteiros (ø mm): discos ventilados (295)
Traseiros (ø mm): discos maciços (300)
ABS: sim, com secagem travões e assistente subidas

SUSPENSÕES
Dianteira: independente
Traseira: multilink
Barra estabilizadora frente/trás: sim/sim

PERFORMANCES ANUNCIADAS
Velocidade máxima (km/h): 204
0-100 km/h (s): 11,6
Consumos (l/100 km) Extra-urbano/Combinado/Urbano: 3,6/4,2/5,1
Emissões de CO2 (g/km): 102
Nível de emissões: Euro 6

DIMENSÕES, PESO E CAPACIDADES
Cx: 0,24
Comprimento/largura/altura (mm): 4686/1810/1431
Distância entre eixos (mm): 2840
Largura de vias frente/trás (mm): 1584/1573
Capacidade do depósito (l): 66
Capacidade da mala (l): 480
Peso (kg): 1505
Relação peso/potência (kg/cv): 12,97
Jantes de série: 6Jx16”
Pneus de série: 195/65R16 92V
Pneus unidade testada Continental ContiSportContact: 5, 225/50R17 94W

GARANTIAS
Mecânica: 2 anos
Pintura: 2 anos
Anticorrosão: 30 anos

ASSISTÊNCIA
1.ª revisão: 1 ano ou 25.000 km
Custo 1.ª revisão (c/ IVA): €345
Intervalos: 1 ano ou 25.000 km
Imposto Único Circulação (IUC):€141,47

PREÇO (s/ despesas)€39.150 (unidade testada: €45.608)