VW e-Golf

É dos automóveis 100% elétricos mais agradáveis e eficazes que alguma vez conduzimos: silencioso, económico, refinado e apelativo. Com uma autonomia máxima que pode chegar aos 190 km, o VW e-Golf é um compêndio de tecnologia.

Silêncio dos inocentes
Na edição deste mês, trazemos-lhe o ensaio de um dos automóveis 100% elétricos que a VW lançou no mercado nacional: o e-Golf. Para quem não percorre mais do que 50 km por dia, esta proposta pode ser a opção ideal. Isto, claro, para quem queira despender €38.970 para adquiri-la. Dependendo do tipo de trajeto a percorrer, do estilo de condução e do peso da carga transportada, a autonomia do e-Golf pode variar entre 130 e 190 km. Caso a temperatura exterior seja muito baixa, a autonomia pode ser inferior aos valores indicados anteriormente. Conheçamos, então, um dos melhores automóveis 100% elétricos da atualidade.

LED à frente e atrás
Com os e-Golf e Golf GTE (tratando-se este último de um híbrido, ao conjugar um motor a gasolina com um motor elétrico), apresentados, em março de 2014, no Salão de Genebra, a VW afirmou ser o primeiro construtor automóvel do mundo a completar uma oferta que, dentro da mesma gama, oferece todos os sistemas de propulsão relevantes: gasolina (TSI; GTI), Diesel (TDI; GTD) e gás natural (TGI). Feito só possível graças à chamada Plataforma Modular Transversal (MQB), estreada, em 2012, no Golf e que veio revolucionar a indústria automóvel. No caso concreto do e-Golf, este automóvel 100% elétrico dispõe de detalhes que o demarcam das restantes versões da gama: siglas específicas; jantes “Astana” de 16”; luzes de LED à frente e atrás (circulação diurna e farolins em forma de “C”); perfil transversal azul na grelha do radiador e nas coberturas dos faróis (linha e-Design); grelha do radiador preta fechada; símbolo VW com fundo azul; ausência de saídas de escape. Pintado de branco, o e-Golf exibe uma presença sofisticada que só o Golf GTE, que partilha algumas das suas soluções, consegue ter.

No habitáculo, reina a qualidade, o posto de condução ergonómico, o nível de equipamento expressivo e os dispositivos de segurança presentes em número elevado. O espaço disponível para ocupantes e bagagem é francamente razoável. Já o padrão dos bancos, é específico desta versão, que dispõe de revestimentos especiais em “Merlin e-grey”. Do equipamento de série (Confortline), fazem parte o sistema de rádio e navegação “Discover Pro”, o ar condicionado automático e os revestimentos em couro para volante e punho da alavanca da caixa. As inserções decorativas em “Iridium Matrix” caracterizam o tablier no lado do condutor e nos revestimentos dos painéis das portas. Quanto às inserções “Dark Magnesium”, embelezam a consola central e o tablier no lado do passageiro. À semelhança do exterior, também o habitáculo dispõe de características em azul, como é o caso das costuras decorativas no acabamento em couro do volante e do punho da alavanca da caixa, nos bancos e nos tapetes. Também o painel de instrumentos é específico, onde o display de kW substitui o conta-rotações.

Avaliacao Obrigatoria VW e Golf 4

Emissões zero
Dotado de três modos de condução (“Normal”; “Eco”; “Eco+”), disponíveis através de um botão localizado ao lado da alavanca da caixa, o e-Golf conta ainda com quatro níveis de travagem regenerativa, selecionáveis na alavanca da caixa. O nível “D1” é o mais baixo e desacelera menos o veículo, enquanto que no nível “B” apresenta um efeito maior. Já nos níveis “D2”, “D3” e “B”, a desaceleração através da travagem regenerativa é tão forte que são ativadas, automaticamente, as luzes de stop. No entanto, se a bateria estiver totalmente carregada, nenhuma energia de travagem é regenerada. O que reduz, também, a eficácia da  potência da mesma, que pode ser sentida pelo condutor de uma forma intuitiva.

Equipado com pneus de baixa resistência ao rolamento e 10% mais eficaz em termos aerodinâmicos do que o Golf BlueMotion (a redução da percentagem de ar de refrigeração foi conseguida através de um obturador e de uma grelha parcialmente fechada no radiador; novos revestimentos no piso inferior; revestimento adicional do compartimento da bateria; novo aileron na secção traseira; guias de ar nos pilares C; novas jantes aerodinâmicas), o e-Golf é seguro, fácil de conduzir e muito agradável. Não prima propriamente pelas boas prestações, mas destaca-se pelas emissões zero e pelos custos de utilização reduzidos: pouco mais de €2 por cada 100 km percorridos. Valor para um ciclo de carga completo, calculado com base numa tarifa de eletricidade bi-horária.

Para o final deste ensaio, deixámos algumas das funções inerentes ao sistema de rádio e de navegação “Discover Pro”: indicador do fluxo de energia, “e-Manager” (permite programar até três tipos de arranque e de carga) e “Raio de 360” (variações no mapa da área circundante). Depois, existe ainda a app “Volkswagen Car-Net e-Remote”, que permite realizar a maioria das configurações e pedidos de informação através de um smartphone ou do portal Car-Net na Internet, tais como programar a hora de partida, controlar a temperatura do habitáculo e o carregamento da bateria e consultar dados e estado do veículo. Já no que concerne ao carregamento, existem várias possibilidades: tomada doméstica de 230 V (prazo máximo de 13 horas caso a bateria esteja totalmente descarregada); wallbox (cerca de 8 horas); 80% da carga em apenas 30 minutos caso o e-Golf seja preparado para o Sistema de Carga Combinada CCS (Combined Charging System) com corrente contínua (DC).

Avaliacao Obrigatoria VW e Golf 3

Ficha Técnica

MOTOR ELÉTRICO
Tiposíncrono permanente
Potência máxima (kW-cv): 85-115
Binário máximo (Nm): 270

BATERIA
Tipo: iões de Lítio
Voltagem nominal (V): 323
Capacidade nominal (kWh): 24,2
Número de módulos/células: 27/264
Peso (kg): 318

TRANSMISSÃO
Tração: dianteira com ESC
Caixa de velocidades: automática 1 + ma

DIREÇÃO
Tipopinhão e cremalheira
Assistência: sim (elétrica)
Diâmetro de viragem (m): 11,1

TRAVÕES
Dianteiros (ø mm): discos ventilados (n.d.)
Traseiros (ø mm): discos maciços (n.d.)
ABS: sim, com EBD+BAS

SUSPENSÕES
Dianteira: McPherson com triângulos sobrepostos
Traseira: Fourlink com molas separadas dos amortecedores
Barra estabilizadora dianteira/traseirasim: sim/sim

PERFORMANCES ANUNCIADAS
Velocidade máxima (km/h): 140
0-100 km/h (s): 10,4
Consumo de energia (kWh/100 km): 12,7
Emissões de CO2 (g/km): 0

DIMENSÕES, PESO E CAPACIDADES
Cx: 0,28
Comprimento/largura/altura (mm): 4254/1799/1453
Distância entre eixos (mm): 2632
Vias frente/trás (mm): 1549/1518
Capacidade da mala (l): 343-1233
Peso (kg): 1585
Relação peso/potência (kg/cv): 13,8
Jantes de série: 6 1/2Jx16”
Pneus de série: 205/55R16
Pneus unidade testada: Continental e Contact, 205/55R16 91Q

GARANTIAS
Mecânica: 2 anos
Pintura: 3 anos
Anticorrosão: 12 anos
Bateria: 8 anos ou 160.000 km

ASSISTÊNCIA
1.ª revisão: 1 ano ou 15.000 km
Custo 1.ª revisão (c/ IVA): €158
Intervalos: 1 ano ou 15.000 km
PREÇO (s/ despesas): €38.970
Unidade testada: €38.970
Imposto Único Circulação (IUC): isento