Jaguar Land Rover testa condução autónoma

As duas marcas estão a investir no projeto de um “laboratório vivo” com 41 milhas para desenvolver novas tecnologias de veículos ligados e autónomos.

Criado nas estradas do Reino Unido para desenvolver a tecnologia do futuro no primeiro corredor conectado em terras de Sua Majestade, mais concretamente em redor de Coventry e Solihull, o projeto “UK-CITE” (UK Connected Intelligent Transport Environment), representou um investimento de 5,5 milhões de libras.

Este “laboratório vivo”, com 41 milhas, criará o primeiro troço com capacidade para testar ambos os sistemas de comunicação: veículo para veículo e veículo para infraestrutura. Em estradas públicas do Reino Unido.

jaguarlandrovertecnologia1Os novos equipamentos de comunicações posicionados paralelamente à estrada serão instalados ao longo do percurso durante os três anos do projeto, para permitir testar uma frota de até 100 veículos ligados e extremamente automatizados, incluindo cinco veículos de testes da Jaguar Land Rover.

Esta frota irá testar uma gama de tecnologias diferentes de comunicação de alta velocidade, que permite partilhar informação entre veículos e entre veículos e infraestruturas instaladas ao longo das estradas, incluindo semáforos e pórticos.

O governo britânico anunciou, hoje, o apoio à investigação no projeto “UK-CITE” com 3,41 milhões de libras, disponibilizados pela agência de inovação do Reino Unido, Innovate UK. Este financiamento integra os 100 milhões de libras do fundo do governo para veículos ligados e autónomos.