Pontos elétricos Galp dão para todos os veículos

A Galp converteu os pontos de carregamento elétrico disponíveis na sua rede em Oeiras, Aveiras e Pombal, que passam a permitir o carregamento em modo rápido de todos os veículos elétricos comercializados em Portugal.

A conversão destes postos, que permitem carregar um veículo em cerca de 30 minutos (num carregamento normal demora entre seis e oito horas para uma autonomia de 100 km), foi efetuada numa parceria com as marcas BMW, Renault e Volkswagen, tendo contado com o suporte tecnológico da Efacec.

O aumento significativo da venda de veículos elétricos e híbridos plug-in verificado em 2015, cujos números triplicaram face ao ano anterior, gerou um aumento das taxas de utilização da rede MOBI.E e respetivo volume de carregamentos.

Em 2015, registaram-se, na rede Galp, cerca de 10% das transações de carga elétrica. A totalidade dos carregamentos efetuados permitiu percorrer um total de 116.000 km.

A iniciativa conjunta entre a Galp Energia, a BMW, a Renault e a Volkswagen visa criar condições para uma adoção sustentada da mobilidade elétrica, visando ultrapassar barreiras, como é o caso da autonomia, estando previstas novas iniciativas das empresas envolvidas. Quer ao nível de lançamentos de novos modelos de veículos, quer no alargamento da infraestrutura da rede elétrica, o que resultará numa maior poupança e benefícios para os clientes.

A Galp promove, assim, mais uma iniciativa que vai ao encontro da dinamização de formas de mobilidade mais sustentáveis, um esforço que, no caso da mobilidade elétrica, remonta a outubro de 2010, quando foi inaugurado, na área de serviço de Oeiras (sentido Cascais-Lisboa), o primeiro posto de abastecimento de combustíveis da Europa a disponibilizar um ponto de carregamento rápido para veículos elétricos.

A Galp, como operador energético de referência, promove ativamente a adoção por parte dos seus clientes de soluções de mobilidade mais sustentáveis, o que, para além da aposta nos veículos elétricos, passa, também, pelo desenvolvimento e oferta de gasolinas e gasóleos de qualidade superior, mais eficientes e amigos do ambiente, pelo alargamento da rede de gás propano de petróleo liquefeito (GPL) e pela introdução do gás natural veicular (GNV).