STEF consolida volume de negócios em 2016

O volume de negócios do grupo apresentou-se estável no 2.º trimestre de 2016 graças à boa dinâmica das atividades internacionais, que compensaram a diminuição do volume de negócios referente a vendas realizadas por conta de terceiros, no seguimento de decisões tomadas pelo grupo no seu portefólio de clientes de restauração.

Num contexto de ligeiro crescimento do consumo alimentar, as atividades de transporte e logística do grupo registaram um aumento de 3,6% no 2.º trimestre, excluindo as variações do preço dos combustíveis (+3,5% do que no 1.º trimestre de 2016).

Em novembro de 2015, o grupo decidiu associar-se à empresa Norfrigo (Grupo Le Garrec), centralizando as atividades de armazenamento de congelados de cada um dos operadores em Boulogne-sur-Mer. Esta operação traduziu-se na cessação da atividade da STEF para uma joint-venture criada nessa data, da qual o grupo detém 38% do capital.

O volume de negócios desta atividade representava 0,6 milhões de euros no 2.º trimestre de 2015. No final de abril, o grupo adquiriu a sociedade Vers Express nos Países Baixos. Este especialista na distribuição de produtos frescos na região de Eindhoven contribuiu com um volume de negócios de 1 milhão de euros nesse período (2 meses).

Os dados do 2.º trimestre de 2015 foram modificados no início de 2016, após reclassificações internas operadas entre as atividades de transporte e logística em França (impactos pouco significativos).

O transporte em França mantém o foco na sua atividade central, mas foi penalizado pelo efeito negativo da descida do preço dos combustíveis, no valor de 5,7 milhões de euros no trimestre (excluindo este efeito, a atividade registou um aumento de 1,2% no período) e pela ocorrência da Páscoa no 1.º trimestre de 2016. A atividade no sudoeste do país também foi afetada pelas consequências do vazio sanitário registado no setor do foie gras.