STEF faz excelente resultado no primeiro semestre de 2016

Reunido no passado 1 de setembro de 2016, sob a presidência de Francis Lemor, o conselho de administração da STEF, especialista europeu de logística a frio, aprovou as contas do primeiro semestre de 2016.

Na primeira metade de 2016, a STEF registou um volume de negócios estável, em comparação com o primeiro semestre de 2015, apesar da baixa do preço dos combustíveis e da redução voluntária das vendas realizadas por conta de terceiros, devido às arbitragens seletivas operadas no portefólio de clientes do segmento da restauração.

Estas situações foram compensadas pelos efeitos positivos da implementação do plano operacional do grupo:


- Crescimento orgânico sólido das atividades em França;

- Forte dinâmica de crescimento e de contribuição das atividades internacionais, com o desenvolvimento de uma rede de transportes nos Países Baixos;

- Manutenção de um elevado nível de investimentos (73,3 M€ no 1.º semestre de 2016).

A melhoria da margem operacional (4,1% do volume de negócios, excluindo as vendas realizadas por conta de terceiros, contra 2,3% no 1.º semestre de 2015) resultou da evolução positiva da contribuição de todas as atividades do grupo e beneficiou com:

- O desenvolvimento da contribuição da atividade de congelados, com uma taxa de ocupação dos armazéns superior a 90%;

- A mais-valia obtida pela alienação do navio Scandola.