Bosch e IEFP querem qualificar operadores para a indústria

A Bosch estabeleceu uma parceria com o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) de Braga para dar início a um novo programa de formação de mão de obra para o setor industrial.

Serão 100 os desempregados da região a participar na primeira edição deste programa de qualificação, que começou no dia 5 de setembro e que tem duração prevista de dois meses. Com este programa, os formandos estarão a ser preparados para, rapidamente, assumirem funções nas áreas de produção e logística da Bosch ou outra empresa industrial. E, assim, darem uma resposta mais competitiva à flexibilidade exigida pelos clientes deste setor.

O vasto conhecimento do IEFP na qualificação dos recursos humanos e a experiência da Bosch no desenvolvimento e produção de soluções inovadoras com elevados requisitos de qualidade para os clientes mais exigentes, foram uma mais-valia na definição de um percurso formativo que aborda conteúdos como Eletrónica, Logística ou Saúde e Segurança no Trabalho.

Ao fim das 200 horas de formação, os 100 formandos dominarão conteúdos que lhes permitirão resolver com maior facilidade os desafios com que se irão deparar-se em ambiente industrial. A empresa tem vindo ainda a trabalhar com a Universidade do Minho no sentido de adaptar os conteúdos lecionados, nomeadamente nas áreas de engenharia, às necessidades reais das empresas.

Ao aumentar a oferta de mão de obra qualificada no mercado e ao adequar as competências às necessidades das empresas tecnológicas, a empresa poderá contribuir ainda para potenciar a atração de investimento e uma consequente diminuição do desemprego na região. As previsões de crescimento das vendas da Bosch em Portugal, que deve ultrapassar os mil milhões de euros já em 2016, e o plano de contratar 1.000 colaboradores até 2018, são, em grande parte, impulsionados pela Bosch em Braga.


A unidade portuguesa é a principal fábrica no mundo a desenvolver e produzir tecnologia de ponta para a divisão de Multimédia Automóvel e para outras divisões da Bosch. A empresa de Braga espera um crescimento acentuado este ano e, até ao momento, já contratou 400 colaboradores.