UPS e Cyphy Works testam entregas urgentes com drones

A UPS iniciou testes de utilização de drones para fazer entregas comerciais de encomendas em locais remotos ou de difícil acesso, trabalhando em parceria com a produtora de CyPhy Works.

A fase de testes começou no dia 22 de setembro, no estado norte-americano do Massachusetts, com a simulação de uma entrega urgente de medicamentos de Beverly até à Children's Island, uma ilha a três milhas da costa Atlântica dos EUA. O voo inaugural do drone foi um reflexo do investimento da UPS Strategic Enterprise Fund na CyPhy Works, para investigar e reunir informação sobre as possíveis utilizações e capacidades dos drones.

A inovação através da automação e da robótica tem sido o principal foco da maior empresa de entrega de encomendas do mundo. Na verdade, a UPS já tem vindo a testar drones em armazéns para confirmar o nível de stock ou espaço livre nas prateleiras e estantes mais altas. A empresa também tem explorado a utilização de drones na entrega de ajuda humanitária em regiões remotas por todo o mundo.

O drone da CyPhy utilizado no teste inaugural foi o PARC – Persistent Aerial Reconnaissance and Communications (em português, Reconhecimento Aéreo Persistente e Comunicações). O drone, alimentado por bateria, voa sozinho, o que requer pouco treino por parte do utilizador. Tem longa duração, visão noturna e dispõe de um sistema de comunicações seguro, que não pode ser intercetado ou interrompido.

As duas empresas testaram o PARC num voo desde Beverly até à Children's Island para testar a viabilidade de utilizar um drone em entregas urgentes. No cenário de simulação, o drone transportou e entregou com sucesso um inalador para asma a uma criança que se encontrava num acampamento na ilha, que não é acessível através de veículo.