Discos de travão febi para pesados levados ao limite

A febi colocou à prova os seus discos de travão para veículos pesados, comparando o seu desempenho face a discos de travão para competições em pista. Os resultados foram surpreendentes tendo em conta que os discos febi são projetados para o uso quotidiano em estrada.

O teste foi realizado pela equipa do Schwabentruck durante o processo de desenvolvimento do veículo para a prova FIA European Truck Racing Championship, sendo que os discos de travão em causa foram montados no sistema de travagem do camião do tricampeão europeu de pesados Gerd Körber, patrocinado pela febi bilstein.

Um veículo de alta velocidade de 6,6 toneladas, equipado com um motor de 1.400 cv e 5.000 Nm de binário, colocou os discos de travão sob grande pressão levando-os ao limite da sua resistência. Foram alcançadas temperaturas superiores a 800°C, sendo que os registos foram medidos através de um software de telemetria para, depois, serem comparados com os valores das temperaturas alcançadas pelos discos em estrada, no seu uso quotidiano.

Refira-se que, regra geral, mesmo em competições de veículos pesados, a temperatura a que os discos são submetidos situam-se entre os 350 e os 400°C. A temperatura extrema que os discos alcançaram impossibilitou a sua manipulação, tendo sido necessário proceder a um processo de arrefecimento com água, antes de serem desmontados.

Resultados inquestionáveis

Os discos de travão da febi suportaram as condições extremas às quais foram submetidos, que foram, inclusivamente, mais exigentes do que as condições normais de utilização em estrada. A qualidade dos discos de travão febi ficou, assim, inequivocamente confirmada.

Foi ainda montada uma câmara no chassis do camião, através da qual foi possível obter material audiovisual adicional, que possibilitou observar a exigência a que os discos foram submetidos durante a prova.

Vídeo