Liqui Moly prolonga patrocínio ao MotoGP

O logótipo azul e vermelho da Liqui Moly continuará a ser visto por mais algum tempo no MotoGP. O fabricante de óleos alemão antecipou-se e prolongou a sua presença no campeonato até final de 2020.

"É o nosso maior investimento na competição motorizada e vale cada cêntimo", referiu Peter Baumann, diretor de marketing da Liqui Moly. "A isto, juntam-se os excelentes resultados dos pilotos em Moto2 e Moto3, que competem com o nosso óleo nas suas motos", acrescentou.

Desde a temporada de 2015, todos os pilotos de Moto2 e Moto3 utilizaram óleo Liqui Moly. "O feedback das equipas foi extremamente positivo", disse Peter Baumann. "Um produto que dá provas sob as condições extremas do circuito de competição, também é capaz de superar os desafios do dia a dia", frisou o responsável.

Igualmente desde 2015, a Liqui Moly marca a presença nos circuitos de MotoGP através de faixas publicitárias. Este contrato termina apenas no final do próximo ano. No entanto, a marca decidiu prolongar o seu patrocínio milionário por mais três anos, até ao final de 2020. "Os primeiros dois anos demonstraram que este investimento foi muito compensador", deu conta Peter Baumann.

"O número de espetadores é enorme, tanto ao vivo como em casa. Nesse sentido, o MotoGP contribui, significativamente, para tornar a nossa marca mais conhecida em todo o mundo", concluiu Peter Baumann.