Noticiário JO TV 131 – 16 julho 2018

No arranque desta edição semanal do Jornal das Oficinas TV, começamos com uma honrosa distinção a uma empresa portuguesa.

A Japopeças alcançou o estatuto de “Gold Member” da Aisin Family Association, tornando-se, assim, num dos oito maiores distribuidores da Europa. É a primeira vez na história do aftermarket que este título é alcançado por uma empresa portuguesa. Luís Almeida, diretor-geral da empresa de São João da Madeira, fala sobre este reconhecimento.
 
Já a LD Auto, expandiu o seu negócio para a limpeza e reparação de filtros de partículas Diesel e catalisadores, investindo em equipamentos especializados e de elevada tecnologia. O serviço é realizado a seco e sem qualquer adição de químicos. O componente faz-se acompanhar de um relatório técnico de limpeza e procedimentos de montagem. Atualmente, a LD Auto está preparada para efetuar estes serviços em veículos ligeiros, pesados e industriais.
 
Pela primeira vez na história do calendário LIQUI MOLY, foi selecionado um veículo na Internet para a sessão fotográfica. 330 candidataram-se à campanha da marca alemã de lubrificantes e aditivos. Mas a escolha recaiu sobre o DeLorean DMC-12, de Rudolf Polzer. Um DMC adaptado foi usado na trilogia de ficção cientifica "Regresso ao Futuro", tendo sido, desde então, associado à fantasia das viagens no tempo.
 
As pastilhas de travão sem cobre da Delphi superaram seis marcas da concorrência. O modelo da Delphi foi o mais rápido a parar o veículo, fez menos ruído e registou um nível de desgaste menor. A uma velocidade de 160 km/h, o veículo equipado com pastilhas Delphi parou quatro metros antes daquele que montava a marca, que ficou em segundo lugar, e a 17 metros da pior classificada.

A CUPRA, marca desportiva da SEAT, levou o e-Racer até ao circuito de velocidade de Zagreb, na Croácia, para experimentar a integração das baterias elétricas. Durante os dias de teste, as altas temperaturas verificadas na pista confirmaram que o CUPRA  está pronto para enfrentar o desafio da competição. A bateria deste carro de turismo de competição 100% elétrico é formada por mais de seis mil células cilíndricas, o equivalente à bateria de nove mil  telemóveis. Com estas credenciais, a autonomia do e-Racer consegue ser perfeitamente compatível para competir no Campeonato de Viaturas de Turismo Elétrico.

Vídeo

Também pode querer ler