Noticiário JO TV 143 – 29 outubro 2018

Nesta edição, começamos com o 8.° Salão Profissional de Aftermarket, Equipamento Oficinal e Logística, que, pela segunda vez consecutiva, teve lugar em Lisboa. Mais do que uma exposição, a MECÂNICA 2018 foi, de acordo com a organização, Exposalão, um espaço para debate e apresentação de ideias. Além disso, revelou ser uma oportunidade para as empresas se apresentarem ao mercado e mostrarem as novidades e soluções. José Frazão, diretor da feira, fez o balanço do certame.

Quanto à FAE, assinou um acordo com o Grupo ATR International, facto que lhe assegura a oportunidade de explorar novos mercados e crescer em conjunto. A ATR é um grupo comercial que trabalha com os principais distribuidores do mercado no pós-venda de componentes para automóvel a nível mundial. Tem 37 acionistas e um volume de negócio de 22,5 mil milhões de euros.
 
Já a Champion, lançou a Adaptive Shield Technology, uma mistura de aditivos químicos que protegem as peças do motor de fatores internos e externos. Combinando diferentes camadas de aditivos, a tecnologia cria um escudo robusto contra pressões extremas, temperaturas e forças de cisalhamento que afetam uma ampla gama de motores. Trata-se de uma tecnologia "adaptativa", pois reajusta as propriedades da proteção dependendo das condições que afetam o motor.

A Michelin apresentou o novo pneu X Coach Z. Segundo a marca, responde às principais expectativas dos fabricantes de autocarros e frotas. Trata-se de um pneu polivalente para eixo direcional e de tração, com uma capacidade de carga adaptada às novas gerações de veículos, que oferece maior segurança e mobilidade em todas as estações do ano. As suas inovadoras tecnologias conferem-lhe maior eficiência e 16% mais de duração. Foi desenvolvido com o compromisso de garantir as suas performances do primeiro ao último quilómetro, segundo a estratégia "Michelin Long Lasting Performance".
 
A Jaguar desenvolveu um sistema de som para o I-PACE, que avisa os peões da aproximação de um veículo elétrico. Este som, que pode ser ouvido até aos 20 km/h, vai integrar todos os modelos elétricos que cheguem ao mercado a partir de julho de 2019. O som de alerta, que é emitido por um altifalante colocado atrás da grelha dianteira e que pode ser ouvido a partir de qualquer direção, aumenta de tom à medida que o veículo vai acelerando. Nas manobras de marcha-atrás, é emitido um tom adicional que indica a mudança de direção.

A Renault anunciou os novos passos na estratégia de "eletrificação" através de um novo automóvel elétrico, que será lançado em 2019, e de novas versões híbridas e híbridas plug-in, para 2020, em três dos seus modelos mais populares: Clio, Captur e Mégane. O novo K-ZE é um automóvel elétrico destinado ao segmento dos citadinos, com inspiração SUV, capaz de oferecer uma autonomia de 250 km. Vem equipado com uma extensa lista de equipamento inédita num modelo desta classe, como sensores de estacionamento traseiros, câmara traseira de estacionamento e ecrã central com sistema de navegação e serviços conectados.

Vídeo