Logo
Imprimir esta página

Bosch aumentou vendas em 13% no nosso país

A Bosch, fornecedora líder global de tecnologia e serviços, encerrou o ano fiscal de 2018 em Portugal com vendas totais de 1,7 mil milhões de euros, incluindo vendas de empresas não consolidadas e serviços internos a empresas parceiras. Tal correspondeu a um aumento de 13% em relação ao ano anterior.

No mercado local, a Bosch registou vendas consolidadas de 308 milhões de euros, 28% acima do nível de 2017. "2018 foi mais um ano de sucesso para a Bosch Portugal: crescemos em todos as localizações e alcançámos um recorde de vendas", afirmou Carlos Ribas, representante da Bosch em Portugal.

A Bosch reforçou a sua posição como uma das maiores exportadoras do país, com mais de 95% da produção destinada ao mercado internacional. Mais de 50 países em todo o mundo importam soluções produzidas em Aveiro, Braga e Ovar.

“Todos as localizações em Portugal evoluíram positivamente e contribuíram para a consolidação dos nossos negócios no país, tornando Portugal num dos principais países na Europa para o Grupo Bosch”, realçou Javier González Pareja, presidente do Grupo Bosch em Portugal e Espanha.

Carlos Ribas acrescentou que, "com base no primeiro trimestre, esperamos uma evolução comercial estável em Portugal em 2019. Além disso, queremos continuar a crescer ainda mais na área de I&D e expandir as nossas parcerias de inovação com centros de conhecimento e competências em Portugal".

Em 2018, o Grupo Bosch investiu 111 milhões de euros em Portugal, principalmente nos centros de Investigação e Desenvolvimento (I&D) e na expansão da sua fábrica em Braga, à qual foram adicionados 20.000 m2 de área de produção e escritórios no sentido de atender à crescente procura das suas soluções por parte dos vários clientes.

A Bosch continuará a investir em Portugal e planeia alocar mais de 80 milhões de euros no país em 2019 para dar continuidade a expansão das instalações em Braga e Ovar.

Com mais de 5.300 colaboradores, a Bosch é um dos maiores empregadores em Portugal. Em 2018, foram criados mais de 850 novos empregos nas mais diversas áreas de atuação da empresa, dos quais 130 são engenheiros nos centros de I&D. Em 2019, a empresa pretende fortalecer ainda mais as suas equipas de I&D com a contratação de cerca de 250 engenheiros.

Também pode querer ler

Todos os direitos reservados por © AP Comunicação. | Developed By: Webzeki.com