Soulima apresenta Unidade a Norte

Primeira meta estipulada com a Lausan está cumprida: garantir uma cobertura geográfica nacional.

A Soulima apresentou, ontem, a sua nova casa, na cidade do Porto. A Unidade Norte - Centro de Logística era a primeira meta a cumprir, na sequência da aquisição da empresa por parte da espanhola Lausan. E foi cumprida dentro dos prazos estabelecidos. Ricardo Lima, diretor-geral da Soulima, explicou ao Jornal das Oficinas a importância da presença física nesta zona do país. 

“Desde a associação da Soulima com a Lausan, um dos primeiros objetivos a cumprir era ter uma cobertura nacional, bem como estarmos mais próximos da nossa carteira de clientes”, adiantou o responsável. “Esta unidade a norte era prioritária”, acrescentou.

A nova unidade, no Porto, é uma mais-valia para a empresa. “É um espaço com perto de 2.000 m2 de base. E tem capacidade para armazenar 50.000 referências”, afirmou. Além disso, “tem a capacidade para implementar, caso seja necessário, um novo piso”.

Ricardo Lima frisou ainda a objetivo de “criar uma grande dinâmica de proximidade com os clientes que temos nesta zona”. O evento de apresentação do espaço contou com a presença de várias dezenas de clientes e parceiros, que tiveram oportunidade de ouvir Guillermo de Llera explicar quais as tendências do aftermarket nacional.

No decorrer da ação, Ricardo Lima apresentou a estratégia da empresa para o mercado nacional. E Ander Beldarrain, da Lausan, enalteceu a ocasião, assumindo-se como um “homem do norte, mas de Espanha - de Bilbao”. Segundo sublinhou, sente-se em casa, nesta nova unidade da Soulima a norte de Portugal.

previous arrow
next arrow
Full screenExit full screen
ArrowArrow
Slider

Vídeo

Também pode querer ler