Exportações de componentes automóveis com recorde absoluto

No primeiro semestre deste ano, as exportações de componentes para automóveis registaram resultados positivos, ultrapassando os 4.400 milhões de euros.

De acordo com a AFIA (Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel), as exportações de componentes para automóveis registaram um crescimento de 2,6%.

No primeiro semestre de 2019, atingiram-se os 4.400 milhões de euros quando comparadas com os resultados do mesmo período do ano passado. Esta informação surge com base nos dados de comércio internacional de bens, divulgados pelo INE.

Em relação aos destinos das exportações, a AFIA refere que estes mantêm, também, a tendência, apresentando Espanha e Alemanha como os principais destinos, seguidos de perto por França e Inglaterra.

O conjunto destes quatro países representam, assim, 71% do total das exportações, estando os restantes 29% distribuídos por outros países europeus e outros fora da Europa, como EUA, Marrocos, China, México e Turquia.

É ainda de notar que entre 2010 e 2019 as vendas de componentes para automóveis portugueses ao exterior aumentaram 72%, o que demonstra, uma vez mais, o contributo positivo desta indústria para a sustentabilidade de economia nacional.

Para consultar os dados completos, clique aqui.

Também pode querer ler