Roady aumenta crescimento no Grupo Os Mosqueteiros

O Grupo Os Mosqueteiros encerrou o ano de 2018 com um volume de negócios global de 2,2 mil milhões de euros, correspondendo a um crescimento de 10% em relação ao ano anterior.

Em Portugal, o grupo totaliza 320 pontos de venda, que representam três insígnias: Intermarché, Bricomarché e centros auto Roady.

Para 2019, em que celebra o seu 28.º aniversário em Portugal, O Grupo Os Mosqueteiros traçou como meta o aumento contínuo do número de lojas, uma estratégia transversal às três insígnias presentes no país: Intermarché, Bricomarché e Roady.

A estratégia, integrada num plano de expansão até 2023, prevê a abertura de cerca de uma centena de novos pontos de venda, o que constitui uma oportunidade para os empreendedores e investidores portugueses que pretendem criar o seu próprio negócio.

O modelo que serve de base ao Grupo Intermarché está baseado na iniciativa e dinâmica dos empresários aderentes que, beneficiando da estrutura central do grupo, têm liberdade para adaptar a gestão das suas lojas às respetivas realidades locais.

No final de 2018, o grupo contava com 249 empresários e uma superfície comercial de cerca de 400 mil m2.

"Num setor altamente concorrencial, as três insígnias conseguiram, no seu conjunto, crescer a dois dígitos. Mantemos, por isso, a ambição de alargar continuamente o nosso número de lojas até 2023, o que irá contribuir para consolidar a nossa dimensão e representatividade em Portugal, mas, também, para reforçar a iniciativa empresarial, a economia e o emprego local”, afirma Laurent Boutbien, presidente do Grupo Os Mosqueteiros.

A Roady encerrou o ano de 2018 com 37,5 milhões de euros de volume de negócios em Portugal, cerca de um ponto percentual acima do valor alcançado no ano anterior.

Com um total de 32 lojas no nosso país, os centro auto Roady querem igualmente crescer em 2019, com o apoio de um plano que prevê a abertura de duas novas lojas.

"Esta é a única rede de centros auto em Portugal dirigida por empresários independentes, pelo que as características do modelo de negócio de Roady, aliadas à boa performance financeira do setor e da insígnia, fazem desde negócio uma excelente oportunidade de investimento", revela Eduardo Santos, administrador da Roady em Portugal. 

O responsável acrescentou ainda que, "para pertencer à rede de centros auto Roady, o investimento necessário é de 75 mil euros".

Além da ampliação do leque de lojas, as prioridades da Roady têm-se centrado na formação e implementação de tecnologias e ferramentas que potenciam a qualidade do atendimento e do serviço prestado na oficina.

Recorde-se que o Grupo Mosqueteiros é um dos maiores grupos de distribuição mundiais multi-insígnia, operando em quatro países europeus (França, Bélgica, Polónia e Portugal), atuando com um posicionamento muito particular, já que a sua gestão global é partilhada pelo conjunto dos proprietários de cada uma das lojas em cada país.

Esta estrutura organizativa peculiar determina que o grupo assuma como característica fundamental da sua missão a máxima proximidade com as comunidades onde está implantado, dado o envolvimento direto da sua gestão com a realidade circundante das respetivas lojas.

Em 2018, o grupo alcançou nos quatro países europeus um volume de negócios global de 44,5 mil milhões de euros.

Também pode querer ler