LIQUI MOLY lança produto contra as bactérias do Diesel

A nova fórmula do aditivo de proteção do sistema Diesel criado pela marca alemã especialista em óleos e aditivos é altamente eficaz e estará, em breve, à venda.

As bactérias no Diesel são um problema que muitos proprietários de embarcações enfrentam. E esse problema levou a outro: devido a uma rígida diretiva europeia, não havia produtos de combate a esta "praga" no Diesel.

Mas, isso, acabou, porque a LIQUI MOLY criou o novo Diesel System Protection, um produto que cumpre os novos requisitos. A marca alemã adaptou a composição do aditivo proteção do sistema Diesel ao novo e mais exigente regulamento sobre substâncias e formulações químicas, podendo este novo produto ser vendido ao consumidor final sem restrições.

Carlos Travé, responsável global do negócio Marine na LIQUI MOLY, vê uma grande oportunidade para este novo produto: "Somos os únicos a oferecer este produto. Somos muito competitivos e, como o seu antecessor, a nova proteção do sistema Diesel provou ser muito eficaz”.

Nesta área, a LIQUI MOLY está comprometida com uma nova abordagem. Este produto é, por enquanto, o único de venda livre no mercado que não tem base nas enzimas. O Instituto de Microbiologia Técnica Dr. Jutta Höffler GmbH examinou a nova proteção do sistema Diesel em diferentes dosagens de acordo com a norma ASTM E 1259-10 em busca de bactérias, leveduras e fungos, as três causas típicas da praga do gasóleo.

O aditivo mostrou imediatamente a sua eficácia: enquanto os microrganismos proliferavam rapidamente no Diesel com água, sem tratamento com aditivo, desapareciam em sete dias no combustível tratado com aditivo. E não voltaram a aparecer após 21 dias.

A aplicação da proteção do sistema Diesel é muito rentável. Carlos Travé explica que "o produto é muito eficaz, também em pequenas doses". Para proteger contra a praga do Diesel, basta um litro de aditivo por cada 1.000 litros de combustível. Se a praga já se instalou, é suficiente aplicar uma dose de 1:200 para acabar com o problema.

"Por esse motivo, a proteção do sistema Diesel não é apenas mais eficiente, mas, também, mais rentável do que com outros produtos, dos quais são necessárias doses mais altas para se obter resultados semelhantes", sublinha Carlos Travé.

Além do seu efeito antibacteriano, este aditivo limpa o sistema de combustível e protege-o da corrosão. Ao mesmo tempo, aumenta o número de cetano, o que facilita o arranque do motor e permite que este funcione de forma mais suave.

Também pode querer ler