ZF apresenta primeiro sistema de pré-colisão com airbag lateral exterior

As colisões de impacto lateral estão entre os tipos mais perigosos de acidentes rodoviários, contabilizando cerca de 700 mortes por ano e, aproximadamente, um terço de todas as mortes de ocupantes nas estradas alemãs.

Com base nestes dados, a ZF desenvolveu um novo protótipo de sistema de segurança de pré-colisão, que utiliza um airbag lateral exterior que pode ser acionado em milissegundos antes de uma colisão.

Trata-se de uma tecnologia que proporciona uma zona de impacto lateral adicional no veículo, que pode ajudar a salvar vidas e a reduzir a gravidade das lesões dos ocupantes até 40%.

Para tornar isto possível, a ZF interligou os airbags aos sistemas de sensores do veículo e desenvolveu algoritmos capazes de prever a iminência de uma colisão e decidir pelo acionamento ou não do airbag.

A ZF fez uma demonstração, em Memmingen, na Alemanha, do protótipo do primeiro sistema de segurança de pré-colisão do mundo com um airbag lateral exterior.

“Este sistema de segurança tem o potencial de reduzir, significativamente, a gravidade das lesões dos ocupantes em casos de colisões de impacto lateral”, explica Uwe Class, responsável do Departamento de Sistemas de Mobilidade Segura da equipa de Engenharia Avançada da ZF.

A ZF é, atualmente, a única empresa a fornecer uma gama completa de tecnologia integrada de segurança de veículos, desde sistemas de sensores, algoritmos e unidades de controlo até atuadores ativos e passivos.

“O nosso profundo entendimento de todo o processo ‘Ver. Pensar. Agir.' permite-nos conceptualizar e realizar soluções integradas de segurança de veículos, como o novo sistema de segurança pré-colisão", diz Uwe Class.

O maior desafio para o desenvolvimento deste sistema foi o de reconhecer, de forma confiável, uma colisão inevitável e assegurar o acionamento do airbag lateral exterior antes do choque.

O sistema tem cerca de 150 milissegundos para tomar a decisão de acionar o airbag e preenchê-lo, aproximadamente o tempo que uma pessoa leva a pestanejar.

Os sensores do veículo precisam, em primeiro lugar, de identificar um impacto potencial com rapidez e precisão. Isso é possível por meio de câmaras conectadas, radar e LiDAR (Light Detecting And Ranging).

No software do sistema, os algoritmos preveem se uma colisão é inevitável ou não e decidem se o acionamento do airbag é necessário e benéfico.

Se todas essas respostas forem afirmativas, o sistema insuflará o airbag, que tem uma capacidade entre 280 e 400 litros (cinco a oito vezes o volume de um airbag para condutor), dependendo do veículo.

Neste caso, o airbag expande-se para cima a partir parte inferior das portas dianteiras para formar uma zona de impacto adicional na área da porta, entre os pliares A e C.

Numa colisão de impacto lateral, os ocupantes posicionados no lado de um possível impacto correm um risco particular de ferimentos graves na área do tórax, caso o habitáculo do automóvel seja gravemente deformado.

O sistema de segurança de pré-colisão da ZF tem a capacidade de reduzir a penetração do outro veículo até 30%, ajudando a reduzir, significativamente, o risco de lesão dos ocupantes.

A informação preditiva sobre uma colisão inevitável também ajuda a melhorar ainda mais a eficácia da tecnologia de segurança padrão estabelecida.

Por exemplo, o Retrator de Controlo Ativo ACR8 pode avisar os ocupantes ou ajudar a protegê-los numa posição segura nas frações críticas de um segundo antes de uma colisão.

Também pode querer ler