Repsol inicia comercialização de nova gama com material reciclado

A Repsol realizou a produção industrial do grau Repsol 50RX2805, destinado à aplicação de filme retrátil, colocando no mercado o seu primeiro material resultante do seu Projeto Reciclex.

O material é formado com base num composto de polietileno de baixa densidade (PEBD) ao qual é incorporado 50% de material reciclado, assegurando a consistência do material e a sua funcionalidade para a aplicação final.

Este novo grau da Repsol é um dos primeiros desenvolvimentos do portefólio de novas poliolefinas, derivadas do Projecto Reciclex, fabricados com uma percentagem de resíduos plásticos pós-consumo.

O novo material oferece novas soluções para impulsionar a Economia Circular, permitindo incorporar plástico reciclado em escala comercial numa aplicação onde a presença de reciclado até agora era residual, abrindo novas utilizações, sem comprometer os requisitos técnicos da aplicação final.

No caso concreto do Repsol 50RX2805, o material permite incorporar plástico reciclado em filme, que será utilizado como embalagem secundária para o transporte de ‘multi-packs’ de latas, garrafas, bricks ou caixas de cartão.

Este novo material permite ao transformador incorporar na formulação do filme final, entre 25 a 30% de conteúdo de reciclado pós-consumo, sem que sejam afetadas as suas propriedades mecânicas.

Com estes novos materiais, a Repsol reforça o seu compromisso com a Economia Circular e a sua cadeia de valor, colocando no mercado novas soluções que vão gerar procura adicional por reciclagem de plástico, em linha com o seu compromisso na Circular Plastics Alliance (CPA), lançado pela Comissão Europeia, em dezembro de 2018.

Também pode querer ler