Já conhece os eixos de transmissão da GKN?

Quando os eixos de transmissão nos automóveis ou nos sistemas de transmissão de viaturas comerciais leves falham ou são danificados, as oficinas recorrem, frequentemente, a peças de reposição caras fornecidas pelo fabricante do veículo.

A principal razão para tal deve-se ao facto de, muitas vezes, ser difícil para as oficinas avaliar os diferentes aspetos de qualidade de um eixo de transmissão.

O especialista em transmissão GKN Automotive, principal fornecedor mundial de OE de eixos de transmissão, facilita a vida das oficinas, disponibilizando apenas eixos de transmissão de qualidade OE através de sua empresa de pós-venda GKN Driveline Service.

Para garantir uma reparação confiável, o primeiro passo é realizar uma avaliação sólida da qualidade de qualquer eixo de transmissão.

As forças rotacionais são apenas uma parte das forças dinâmicas exercidas num eixo de transmissão. A transmissão e a caixa do diferencial no eixo motor estão em movimento constante enquanto o veículo está em movimento, o que significa que o espaçamento longitudinal e o ângulo de difração estão sempre a mudar.

Isso é particularmente verdade para diferenciais não suspensos, que são, frequentemente, usados ​​nos eixos de comercais ligeiros ou veículos todo-o-terreno.

O último também pode ser exposto a cargas de alto impacto e, por isso, é mais provável que esses tipos de veículos sofram danos no eixo de transmissão.

As juntas do eixo e os acoplamentos também devem ser cuidadosamente configurados para as condições de uso, a fim de garantir funcionalidade confiável e de longo prazo.

Além de inspecionar juntas e acoplamentos durante a substituição, é preciso prestar atenção também ao próprio eixo.

Os pesos de muitos eixos de transmissão em oferta não atendem às especificações técnicas. Um peso maior que o do original traz várias desvantagens.

Um peso maior sujeita os rolamentos presos ao chassis do veículo e que conduzem o eixo de transmissão a cargas excessivas.

Isso pode não apenas causar danos prematuros aos rolamentos como, também, pode alterar as características da vibração e gerar ruído.

Graças aos mais recentes processos de produção, a GKN Automotive não atende apenas exatamente aos requisitos de peso, mas, também, garante características de operação excecionalmente suaves.

Nos últimos 10 anos, isso resultou numa redução de 78% no uso de pesos de balanceamento, que são anexados usando um processo de alta precisão.

A necessidade geral de redução de peso na engenharia de veículos também está a fazer com que os eixos de transmissão se tornem consideravelmente mais leves.

O projeto de eixos com peso otimizado que operem de forma silenciosa e confiável impõe uma procura ainda maior de engenharia e materiais, ou seja, em veículos modernos, a conformidade com os recursos de qualidade mencionados acima é o principal pré-requisito para poder executar uma reparação.

Outro aspeto importante que geralmente é esquecido quando se trata de eixos de transmissão, são as características da falha.

Por exemplo, um peso maior resultante de diferentes espessuras de parede nos tubos do eixo pode alterar a estabilidade do eixo de transmissão, de tal maneira que as massas aceleradoras mais altas sejam transferidas sem amortecimento durante um acidente.

Isso pode comprometer as características de compressão e de quebra pre-definidas do eixo.

As possíveis consequências são que, no caso de um acidente, os passageiros podem ser submetidos a forças muito mais intensas, incluindo, no pior dos casos, possível penetração no interior do veículo.

As medidas de segurança existentes podem ser melhoradas e a segurança passiva aprimorada pela tecnologia de esferas da GKN Automotive. Uma característica da linha de esferas é um arranjo longitudinal de rolamentos de esferas.

Também pode querer ler