“Numa só paragem, conseguimos intervencionar pesado e semirreboque“

A empresa alemã, especialista em camiões e semirreboques, composta por uma rede de 610 oficinas na Europa, chegou Portugal em finais de 2017. Paulo Filipe, responsável da Alltrucks em solo nacional, explica ao Jornal das Oficinas as vantagens do conceito.

Fundada em 2013, a Alltrucks tem na sua génese três colossos do setor: Knorr-Bremse, Bosch e ZF. Por outras palavras, os três principais líderes entre os fornecedores de marcas de primeira linha, que se juntaram para criar a marca Alltrucks.

Objetivo? Potenciar conceitos de pós-venda, na área dos camiões e veículos industriais, junto de uma rede de oficinas, que beneficia, deste modo, do amplo conhecimento técnico e tecnológico do trio fundador, elevando a qualidade dos seus serviços multimarca.

O Jornal das Oficinas entrevistou Paulo Filipe, responsável da Alltrucks em Portugal, para ficar a conhecer os planos estratégicos da empresa em território nacional.

Quantas oficinas tem a rede Alltrucks a nível europeu?
A sede da Alltrucks é em Munique. Trata-se de uma empresa alemã. Atualmente, tem 610 oficinas a nível europeu. Está presente em vários países: Noruega, França, Espanha, Portugal, Itália, Suíça, Áustria e Alemanha. E haverá outros mercados a conquistar em breve. Esta indústria está presente praticamente em toda a parte do mundo e faz todo o sentido.

Quando arrancou a Alltrucks em Portugal?
Em Portugal, iniciámos a nossa atividade em finais de 2017. Juntei-me à empresa em julho deste ano. Adorei o desafio de trabalhar com este nível de exigência. São as três marcas líderes de mercado. E que, ao mesmo tempo, fornecem, praticamente, 90% dos veículos industriais a nível mundial. Um camião, hoje, tem, seguramente, peças Knorr-Bremse, Bosch e ZF.

Leia a entrevista na íntegra na edição de dezembro do Jornal das Oficinas.

Também pode querer ler

  • “Vamos continuar a trabalhar com esforço e dedicação”
    Leia mais ...
  • “Há um excesso de agressividade que não nos leva a lado nenhum
    Leia mais ...
  • “A MCS tem crescido com a dedicação de todos os trabalhadores”
    Leia mais ...
  • “A nossa visão permite-nos atuar no mercado como um só”
    Leia mais ...
  • “Numa só paragem, conseguimos intervencionar pesado e semirreboque“
    Leia mais ...