Dário Afonso e Ricardo Neves, fundadores do IMC

Conhecedores das novas tecnologias e das profundas transformações que a mobilidade vai provocar nas organizações e na sociedade em geral, Dário Afonso e Ricardo Neves uniram ideias e vontades para criar o IMC (International Mobility Center).

Ainda em fase de projeto, o IMC propõe analisar a mobilidade numa perspetiva de 360°. É uma forma inovadora de abordar este tema, partindo do princípio que as novas soluções de mobilidade afetam outras indústrias e setores para além do automóvel.

E que estes setores acabam por influenciar, mais tarde, novamente o setor automóvel e, muito particularmente, o setor do pós-venda.

Para Dário Afonso (diretor-geral da ACM) e Ricardo Neves (consultor de empresas), “estamos num ecossistema de ‘ricochete’, onde tudo aquilo que fazemos em termos de mobilidade afeta outros setores que, mais tarde ou mais cedo, nos afetarão”.

Conhecendo bem as novas tecnologias e as tendências das mesmas que “mexem” com a mobilidade, o IMC coloca as pessoas sempre no centro das questões e não a tecnologia.

Leia o artigo completo na edição de setembro do Jornal das Oficinas.

Também pode querer ler