UPS liga-se à rede inteligente para carregar frota elétrica em Londres

Um consórcio liderado pela UPS acaba de implementar uma tecnologia de carregamento nova e radical, em Londres. Agora, já é possível abraçar o desafio de recarregar, em simultâneo, uma frota inteira de veículos elétricos sem necessidade de proceder a qualquer upgrade na rede de energia elétrica, o que implica custos elevados.

Este grande avanço sinaliza o início do fim da dependência dos veículos tradicionais equipados com motores a combustão, permitindo que a UPS aumente o número de veículos elétricos em operação na sua central de Londres para 170 camiões, quando, atualmente, estava limitada a 65.

Acredita-se que esta é a primeira vez que estes sistemas são implementados com esta escala em todo o mundo e é o resultado do projeto Smart Electric Urban Logistics (SEUL), que resulta da parceria entre a UK Power Networks e a Cross River Partnership, com financiamento do Departamento do Reino Unido para Veículos de Emissões Reduzidas.

Como resultado desta iniciativa, combinada com os avanços que a empresa anunciou no mês passado sobre a redução do custo dos veículos elétricos, a UPS acredita que se está a aproximar rapidamente o dia em que os custos de colocar um veículo elétrico na estrada, incluindo os associados à obtenção de energia para o veículo, será menor do que os custos equivalentes da sua contrapartida Diesel.

Este desenvolvimento será fundamental para permitir que os veículos elétricos sejam implementados em escala nas várias cidades do mundo, um componente essencial para enfrentar os desafios da qualidade do ar nesses ambientes urbanos.

Uma parte fundamental desta iniciativa consiste no uso de baterias de armazenamento de energia no local. Embora novas pilhas tenham sido implantadas nesta fase, prevê-se que, no futuro, estas possam ser de segunda vida, ou seja, que já tenham sido usadas numa frota de veículos elétricos da UPS.

Juntamente com a rede inteligente, isto abrirá caminho para uma estratégia de infraestrutura da UPS para a frota de veículos elétricos, que pode usar dinamicamente uma atualização de energia convencional, uma rede inteligente, armazenamento local e, em muitos casos, a geração de energia local, incluindo a solar e outras fontes alternativas.

Também pode querer ler