Dachser prepara-se para o futuro da logística europeia pós-Brexit

O ano de 2019 será marcado pela saída do Reino Unido da União Europeia. Apesar de não serem conhecidos, ainda, os reais contornos e consequências desta saída, o Brexit alterará, seguramente e de forma profunda, o transporte e a logística a nível europeu.

Ciente desta realidade, a Dachser prepara-se para, este novo e incerto futuro, apostar, mais do que nunca, na manutenção de uma rede europeia forte – mas, sobretudo, flexível –, possível graças às ferramentas e ao know-how da multinacional.

Refira-se que a saída do Reino Unido da União Europeia irá implicar que o transporte de bens para o país (assim como a partir deste) se torne, inevitavelmente, mais complexo e demorado. É importante salientar que esta complexidade afetará, não só, as importações e exportações diretas, mas, também, a rede integrada que a Dachser foi desenvolvendo ao longo de 25 anos de uma UE “sem fronteiras”.

“Para assegurar a gestão das expedições dos nossos clientes, continuaremos a adaptar os nossos processos operacionais e serviços, tanto para cumprir os requerimentos legais, como para dar resposta às forças do mercado”, refere Nich Lowe, managing director da Dachser no Reino Unido. “Continuamos a acreditar que a logística conecta mercados e constrói pontes entre países e que irá continuar a fazê-lo independentemente do futuro do Reino Unido”, assegura o diretor.