expoMECÂNICA mobilizou e uniu todo o aftermarket nacional

A 6.ª edição do Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto foi a melhor de sempre. Depois dos máximos atingidos no número de expositores (254) e área ocupada (16.000 m2), o expoMECÂNICA 2019 conseguiu mobilizar 16.035 profissionais do setor.

O salão segue, assim, reforçado para a edição de 2020, a realizar de 17 a 19 de abril. Se pensarmos que, logo à entrada, os profissionais do 6.º Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto tinham, de imediato, à sua disposição um lugar de estacionamento reservado, com o registo da matrícula do seu automóvel, percebe-se que estávamos perante um evento que surpreendeu, pelo detalhe, quem participou nele e o visitou, de 3 a 5 de maio.

Esta foi apenas uma das muitas ações, mais de 100, que aconteceram ao longo dos três dias do certame. A edição deste ano registou ainda a participação de 254 empresas e entidades, distribuídas por três pavilhões, e a visita de 16.035 profissionais do setor.

Mas a expoMECÂNICA 2019 conseguiu muito mais, inclusive unir o setor em torno da grandiosidade e dinamismo da feira.

“Acreditamos estar no caminho certo. A qualidade da exposição está bem patente no todo e em cada um dos stands. A Kikai limitou-se a dar o exemplo e, agora, até nós ficamos surpreendidos com a qualidade das apresentações e a dinâmica de alguns espaços. É caso para dizer que a feira se vestiu a preceito, preenchendo as medidas de tudo e de todos”, refere José Manuel Costa, diretor-geral da Kikai Eventos.

E acabou mesmo por surpreender a Create Business, empresa que trouxe à feira a Oficina do Futuro. "Já trabalho há alguns anos na área e, pela primeira vez, vejo uma iniciativa que consegue aglutinar todos os empresários e profissionais do setor", salienta Pedro Proença, diretor comercial e de marketing da Create Business.

A iniciativa Oficina 4.0 superou largamente as expectativas. “A cada 20 minutos, ininterruptamente até ao fecho da feira, tivemos sempre casa cheia”, refere ainda o mesmo responsável.

Quem acompanha a feira, desde a primeira edição, está habituado a ser positivamente surpreendido. E quem cá esteve pela primeira vez ficou, simplesmente, rendido.

As “tarimbadas” Cometil e Domingos & Morgado, que participam no salão desde o início, reconhecem que estamos perante a edição que alcançou “mais projeção”, na opinião de Pedro Jesus da Cometil, e a “maior e mais bonita”, realça José Morgado, da Domingos & Morgado.

Já Paulo Pinto, delegado técnico e comercial em Portugal da Schaeffler Iberia, que este ano dinamizou o espaço expoTALKS, salienta a “linha evolutiva de continuidade a que a Kikai já nos habituou”.

A organização trabalha, edição após edição, para acrescentar valor à feira e, consequentemente, ao setor do aftermarket. “Há quem diga que é um feito inédito. E que a Kikai, com o seu modo de atuar, trouxe uma lufada de ar fresco. Faz bem e isso faz bem ao setor”, refere Sónia Rodrigues, responsável comercial da feira.

A Kikai Eventos vê, assim, reforçada a posição do Salão de Equipamentos, Serviços e Peças Auto, que segue para a edição 2020, cuja data está já afixada: 17 a 19 de abril.

Também pode querer ler