Logo
Imprimir esta página

Papa Léguas a caminho do Uniraid

Os Papa Léguas, dois amigos estudantes de Engenharia Mecânica na Universidade de Aveiro, participarão no Uniraid em 2020.

O UniRaid é um Raid Solidário para estudantes universitários, entre os 18 e os 28 anos, com o objetivo de distribuir 40 kg material solidário (material escolar, brinquedos, roupa), por equipa, a crianças das aldeias mais remotas de Marrocos.

O ponto de partida será Tânger. Em seguida, irão cruzar Marrocos pelo interior, atravessando o Atlas em direção ao deserto de dunas do Erg Chebbi, onde farão a entrega de material escolar e solidário nas aldeias selecionadas previamente pela organização.

Daí partirão para Marrakech, a cidade imperial mais bela do Norte de África e, finalmente, regressarão a Tânger, assinalando, assim, o fim do Uniraid 2020.

No total, serão sete etapas, que combinarão condução por estradas de montanha, trilhos, areia e dunas, passando por percursos do antigo Dakar.

O grande desafio desta aventura será conduzir um carro com mais de 20 anos, tração apenas a um eixo e cilindrada inferior a 1.400 cc, durante nove dias. Orientarem-se utilizando um roadbook, um mapa e uma bússola.

A equipa é formada por Bruno Vilarinho, de 19 anos, natural da Gafanha da Nazaré, e Vasco Silva, de 21 anos, natural de Tondela. Ambos entraram nesta aventura conciliando o gosto que têm pela preparação automóvel e a vontade de ajudar os outros.

O carro escolhido foi um Peugeot 205 de 1991, que, embora seja um 1.1 de 54 cv, é leve e ágil, com provas dadas em edições anteriores. Os testemunhos dos ex-participantes foram, também, um dos fatores decisivos para embarcarem nesta aventura.

“Esta será uma experiência inesquecível a nível pessoal, principalmente, por ver os mais genuínos sorrisos das crianças, que, infelizmente, nem sempre têm a sorte de ter coisas que, para nós, são de fácil acesso. Receber um caderno e um lápis ou um brinquedo, é algo que não tem preço, mas, também, pela resiliência e espírito de entreajuda necessários” lê-se no comunicado enviado à nossa redação.

“Esta aventura, como qualquer outra, tem custos associados e só é possível com a ajuda de patrocinadores. Sabemos que as questões monetárias e de preparação do carro não vão ser fáceis, mas estamos motivadíssimos e acreditamos que, com a dose certa de esforço e dedicação, nada é impossível”, explicam os participantes.

Também pode querer ler

Todos os direitos reservados por © AP Comunicação. | Developed By: Webzeki.com