DriiveMe alcança break even em Portugal e Espanha

Em junho de 2017, começava a operar em Portugal e Espanha a DriiveMe, empresa de aluguer de veículos por um euro criada, em França, no ano de 2012.

Menos de ano e meio depois, a DriiveMe alcançou o break even em Portugal e Espanha, tendo superado os 50.000 utilizadores, que já desfrutam deste revolucionário serviço de mobilidade.

Esta plataforma, que estreou a sua app e o seu site na Internet no nosso país há pouco mais de um mês, põe em contacto empresas de aluguer de automóveis, concessionários ou particulares que necessitem de mover um veículo de um ponto para outro.

Além disso, oferece esse transfer a pessoas que desejem realizar esse trajeto. O aluguer realiza-se de modo simples através do site e da app, ao incrível preço de um euro.

Mais: oferece ao utilizador a possibilidade de publicar a viagem em plataformas de partilha de automóveis, para poupar nos gastos com combustível e portagens. Pelo que a viagem pode sair praticamente grátis.

A DriiveMe conta já com cinco funcionários nos seus escritórios de Portugal e Espanha, estando previsto o aumento da sua equipa e a oferta exceder os 1.000 automóveis por mês.

Ao mesmo tempo, a empresa familiar prossegue o seu ambicioso processo de expansão. Depois de inaugurar a filial do Reino Unido, tem previsto ampliar o serviço noutros países da Europa. “Queremos que a DriiveMe seja uma solução de mobilidade também na Alemanha e em Itália. Muito brevemente, surpreenderemos com outros projetos”, garante Constantin Lambert.

A DriiveMe trabalha no nosso país com cinco importantes empresas de aluguer. Em outubro de 2018, começa a movimentar as frotas de cinco novos clientes, com a intenção de duplicar a sua oferta de veículos.

Alcançar o ponto de equilíbrio é o início do crescimento de uma empresa que revolucionou a forma de entender o aluguer de veículos.

A DriiveMe tornou-se na melhor alternativa logística para a transferência de frotas e a opção mais económica para os utilizadores que desejem alugar um automóvel.

Também pode querer ler