Veículos elétricos: solução ou ilusão?

Que a indústria automóvel está cada vez mais “eletrificada”, não restam dúvidas. Mas serão os veículos 100% elétricos a solução mais viável para a mobilidade do futuro?

Ou, por outro lado, não passarão eles de uma ilusão urbana assente num discurso politicamente correto? Com a ajuda d’O Observador Cetelem 2019, procuramos responder a estas e outras perguntas, circunscrevendo o tema à nossa realidade.

A notícia foi divulgada a 8 de março: Dia Internacional da Mulher. O Portal da Queixa, a maior rede social de consumidores em Portugal, verificou um aumento significativo do número de reclamações dirigidas à MOBI.E, empresa de mobilidade elétrica responsável pelos postos de carregamento existentes em Portugal.

Entre abril de 2018 e março de 2019, as queixas dispararam, imagine-se, 266% comparativamente ao período homólogo anterior (abril de 2017 a março de 2018).

O Portal da Queixa constatou que a indisponibilidade dos postos de carregamento e as avarias constantes dos equipamentos são os principais motivos das reclamações apresentadas contra a MOBI.E.

A análise de dados efetuada pelo Portal da Queixa permitiu apurar um registo total de 110 reclamações entre abril de 2016 e 6 de março de 2019. E identificou que "o total abandono no apoio" (por parte da empresa), consiste numa denúncia apontada pela generalidade dos queixosos ao longo dos anos.

A atestar esta realidade, está a Taxa de Resposta da MOBI.E às mais de 100 reclamações apresentadas: 1,1%. Já o Índice de Satisfação, situa-se em 1,4%, refletindo, assim, o descontentamento dos consumidores.

Leia o artigo completo na edição de abril do Jornal das Oficinas.

Também pode querer ler