Logo
Imprimir esta página

Mercado Automóvel cai pelo quarto mês consecutivo

No mês de maio de 2019, foram matriculados, em Portugal, mais 2.808 veículos ligeiros de passageiros novos face à média dos meses de maio dos últimos 27 anos (19.916 unidades). No quinto mês deste ano, apenas o segmento dos veículos pesados apresentou uma variação homóloga positiva.

Os ligeiros de passageiros caíram 3,9%, ou seja, menos 910 veículos novos matriculados. Os comerciais ligeiros desceram 0,7%. O mercado total registou um decréscimo de 3%. Ao todo, foram matriculados 26.659 veículos, menos 823 unidades comparando com o mesmo mês de 2018.

De janeiro a maio de 2019, foram matriculados, em Portugal, mais 103.290 veículos ligeiros de passageiros novos face à média de iguais períodos dos últimos 27 anos (91.515 unidades). No entanto, o mercado automóvel caiu 3,6% face a igual período do ano transato, correspondendo a 120.945 veículos matriculados.

No que diz respeito aos ligeiros de passageiros, registaram-se -5.054 veículos matriculados face aos cinco primeiros meses do ano anterior, traduzindo-se numa quebra de 4,7%. Já os veículos pesados, cresceram 13,9%, com mais 282 veículos. Também os comerciais ligeiros registaram um aumento (1,7%), ou seja, matricularam-se mais 256 unidades.

Renault, Peugeot, Citroën, Mercedes-Benz e Fiat, foram, por esta ordem, as marcas que mais veículos matricularam no nosso país no mês de maio e no acumulado dos primeiros cinco meses do ano. As cinco marcas abarcam quase 45% das preferências dos consumidores portugueses.

No acumulado dos primeiros cinco meses deste ano, destacaram-se algumas subidas importantes, como foi o caso da Porsche, que matriculou mais 111 veículos, registando um crescimento de 113,3%. Também com uma subida considerável esteve a Hyundai, com 43,6%.

Em relação às descidas, no somatório de janeiro a maio, destacaram-se a líder Renault ,com uma queda de 10,7% (-17,2% em maio). Por seu lado, a Dacia, marca do mesmo grupo, registou uma variação negativa de 13,6%.

A Volkswagen baixou 27,6%, enquanto a Audi apresentou um decréscimo de 38,2%. Por fim, Nissan e Honda também apresentaram valores negativos: 31% e 13,8%, respetivamente.

No que respeita ao segmento de ligeiros de passageiros 100% elétricos, as vendas ascenderam a 468 veículos em maio, correspondendo a uma subida homóloga de 27,5%, elevando o total desde o início do ano para 3.029 unidades, que traduziu um aumento de 95,3% face aos primeiros cinco meses de 2018.

A Tesla liderou o ranking das vendas neste segmento em maio, com 114 veículos vendidos, superando a BMW, com 66 veículos. Por seu lado, a Renault e Hyundai venderam 62 unidades cada, enquanto a Nissan ficou-se pelas 59 unidades.

Contudo, no acumulado do ano, a Nissan manteve-se como líder, com 923 veículos vendidos. Na segunda posição, esteve a Tesla, com 711 unidades. A fechar o pódio, estava a gaulesa Renault, com 402 unidades. Bem abaixo ficaram Hyundai (265), BMW (237), smart (213) e Jaguar (192).

Também pode querer ler

Todos os direitos reservados por © AP Comunicação. | Developed By: Webzeki.com