AID e AEVA juntas no caminho para a condução autónoma

AID-Autonomous Intelligent Driving GmbH, subsidiária integral da Audi AG, e o “centro de excelência” do sistema de condução autónoma do Grupo Volkswagen, anunciou uma nova parceria com a AEVA, Inc.

A empresa de Silicon Valley constrói sistemas de sensores de próxima geração para veículos autónomos. Desenvolverá e equipará parte dos novos veículos de teste Audi e-tron da AID em Munique, com sua tecnologia 4D LiDAR.

A tecnologia de sensores exclusiva da AEVA é baseada em interferência de luz e usa laser de baixa potência para detetar a velocidade instantânea de cada ponto por quadro, em intervalos de até 300 m.

Isso produz um mapa 4D do ambiente e, em particular, a velocidade de informação melhora drasticamente a deteção e classificação de pedestres, bem como outros objetos críticos.

A tecnologia da AEVA também está livre de interferência de outros sensores ou luz solar. Juntos, esses recursos fortalecem as capacidades de perceção próprias da AID e melhoram, fundamentalmente, a segurança dos veículos de condução autónomos.

O sistema da AEVA também é escalável por design, com a integração de todos os principais componentes óticos no seu chip proprietário, que é um requisito essencial para a meta de escala em massa da AID.

 “A AID da Audi é um excelente parceiro estratégico para a AEVA. A sua posição como o centro de excelência para a condução autónoma dentro do Grupo VW forneceu-nos um feedback inestimável para continuar a desenvolver o nosso produto em larga escala", disse Soroush Salehian, co-fundador da AEVA.

"Estamos empolgados em trabalhar juntos com a AID para a criação de um sistema de mobilidade autónoma verdadeiramente diferenciado, seguro, simples e escalável nos próximos dois anos", concluiu.

Também pode querer ler